Nostalgia

De RONIZE ALINE.

Esse rímel é uma maravilha, não borra como os daquele tempo, também!, hoje tem tanta marca, nacional e importada, naquela época era só brazuca mesmo, que importar era muito caro. E esses batons? Cada cor, minha filha, que eu vou te dizer, com uma boca dessas não ia sobrar homem pra ninguém. Ah, pra falar a verdade, isso já acontecia naquela época, mas não precisa botar isso no jornal, não, que é pra não acharem que eu sou metida. Não tinha um que não ficasse caidinho ao ver minha cinturinha de vespa, que era assim que se costumava falar, já mencionei minha cinturinha de vespa?, não?, bota aí, isso pode botar, sim. Afinal é a mais pura verdade, a minha era a cintura mais fina de todas, corpão violão, sabe como é?, acho que hoje nem falam mais assim, falam boazuda, é isso?, pois é, sem charme nem poesia. Dizem que é besteira essa coisa de nostalgia, mas naquela época não tinha esse escracho todo, as cantadas eram poesia pura, e não essas baixarias que falam por aí, não dá nem gosto de ser cantada na rua. Vê lá se vou gostar de ouvir essas barbaridades que chegam a machucar o ouvido? Qual você prefere, o vermelho mais escuro ou o mais claro? Ah, eu também, pois é, como eu ia dizendo, eu colecionava cantadas, de homem famoso, desconhecido, solteiro, casado, até de políticos recebia flores, mas é melhor omitir essa parte, sabe como é, falava-se muito, citavam nomes, e se sai isso publicado agora, já viu né?, vai ter muita mulher tendo certeza e mandando o marido passear depois de todos esses anos. E eu? Claro que não me importava nem um pouquinho de serem casados, eu queria era me divertir e não ter homem nenhum no meu pé, que homem em casa é muito chato, bom é homem na rua, quando acaba vai embora e não tem roupa pra lavar, comida pra fazer, essas coisas. Ah!, mas quando eu casei foi com um que me dava tudo, do bom e do melhor que não sou trouxa, lá ia casar com assalariado? Filho não, nunca tive, que ia embora a minha cinturinha de vespa, já falei da minha cinturinha de vespa?, já?, então não esquece de botar aí no jornal, que é assim que sou lembrada. Espere aí, ainda tenho muita coisa pra contar, depois você conversa com as outras. Nem te falei ainda do meu fã-clube, é menina!, está pensando que fui pouca coisa, é?, pois tinha fã-clube que gritava meu nome e vestia camiseta com a minha foto, tipo Marlene e Emilinha, sabe?, ah… não são da sua época, você é muito novinha, conhece?, de verdade?, pois é, só não tinha as brigas porque eu reinava absoluta, pensando bem, acho melhor tirar essa parte senão vão me achar muito esnobe, mas pra você posso dizer, eu fui a miss de 56 mas durante muitos anos não se falava de nenhuma outra, só dava foto minha nas colunas sociais. Eu e a minha cinturinha de vespa, já mencionei a minha cinturinha de vespa né?, pois é. Adorei essa idéia de eles fazerem um revival do concurso, e aqui no Copacabana Palace, o santuário do luxo e do esplendor, nem pensava mais em desfilar, mas ainda me saio bem, você vai ver!, ei, onde você vai?, não se preocupe que as outras esperam mais um pouco, estou quase terminando, como eu ia dizendo, a idéia é ótima, pena que mantiveram o nome original, naquela época tinha pompa, circunstância, hoje o bairro só é mencionado como a temperatura mais alta da cidade, nem da fábrica de tecidos lembram mais. Te falei dos meus trajes? Não? Ah, eram os mais bonitos de todos os anos, não só de 56, feitos pela dona Glorinha, calma!, já estou terminando, só mais um pouquinho e você já vai conversar com as outras, dona Glorinha era costureira da mão cheia, nem sei se ainda está viva, era mais criativa que muito estilista estrangeiro, e o acabamento?, minha filha, aquilo sim era acabamento, você não sabia o que era direito e o que era avesso, e o viés?, que viés, menina, que viés! Como é que é? Falar sobre o tombo que levei na passarela antes de ganhar o título? Acho melhor você ir conversar com as outras, afinal já tomei muito do seu tempo e não fica bem deixá-las esperando, não é mesmo? Depois ainda vão dizer que quero o espaço do jornal todo pra mim.

.


%d blogueiros gostam disto: