Edição 41

David Hurn 4

Agora escrevo pássaros.
Não os vejo chegar, não escolho,
de repente estão aí,
um bando de palavras
a pousar
uma
por
uma
nos arames da página,
entre chilreios e bicadas, chuva de asas,
e eu sem pão para dar, tão somente
deixo-os vir. Talvez
seja isto uma árvore,

ou quem sabe,
o amor.

[Júlio Cortázar, trad. Sidnei Schneider]

Dos Colaboradores

Daniela Mendes, As Voltas do amor
Erwin Maack, Michiko

Acordando as cordas dos acordes

Tania T. S. Nunes, Um Homem Pensa Seus “Nós” …
Tere Tavares, Sobre Uma Concepção

[Imagem: David Hurn: GB. ENGLAND. Yorkshire. Large Bronze Face by Igor Mitoraj. Yorkshire Sculpture Park. 1993.]

ACORDA!


%d blogueiros gostam disto: